::Confraria do Júri::

Se você é promotor ou procurador de Justiça, associe-se à Confraria do Júri. Saiba como: confrariadojuri@uol.com.br - Confraria do Júri

 
 

 

      

Enquete

Você é a favor da ampliação da competência do Tribunal do Júri para outros crimes seguidos de morte?
 
Sim, para qualquer crime doloso seguido de morte.
Sim, com exceção do estupro seguido de morte.
Não. A competência do Tribunal do Júri deve permanecer a mesma.
Não tenho opinião formada.

 
Ver resultados
 
  
  
     Dicas de leitura
 
16/08/2018  - ''A Luta por Justiça no Júri'' é tema de livro que será lançado durante VIII Encontro dos Promotores do Júri
 
Clênia Goreth - MP-MT

Nesta sexta-feira (17),durante o VIII Encontro dos Promotores do Júri, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, haverá o lançamento do livro “A Luta por Justiça no Júri”. Organizada pelos promotores de Justiça em Mato Grosso, Caio Marcio Loureiro e César Danilo Ribeiro de Novais, a obra reúne 35 artigos de membros do Ministério Público Brasileiro. Entre os autores, 31 integram o Ministério Público do Estado de Mato Grosso. É uma publicação conjunta do Núcleo do Tribunal do Júri do MP/MT (Nujuri) e Associação dos Promotores do Júri (Confraria do Júri).

O prefácio da obra ficou a cargo do ministro do Superior do Tribunal de Justiça e professor de graduação e pós-graduação em Processo Penal, Néfi Cordeiro.“Vêm nessa obra promotores criminais, especialmente de Mato Grosso, a narrar sua vida no Júri. É fonte de conhecimento, de frustração no injusto, de alegria no sucesso da justiça, de esperança!”, ressaltou.

Ele lembrou o quanto é difícil e exigente a atuação do promotor do Júri, como representante da sociedade. “Impede o Estado a vingança privada, mas em contrapartida promete realizar justiça. Na representação da vítima, da sociedade, vem o técnico agente ministerial a atuar, pedindo e convencendo pela condenação do culpado, mas preocupando-se em não atuar para a condenação de quem ele próprio não se convença da culpa”.

Os organizadores enfatizaram que os artigos foram escritos por quem diariamente lida com as mazelas e as tragédias da humanidade. “Aqueles que recebem em seus gabinetes as famílias pranteadas pela dor dilacerante do luto. Aqueles que deitam o olhar sobre o sentimento causticante da perda, de forma compassiva e piedosa, e entregam-se em verdadeira doação como instrumento de concretização da justiça”.

Voltar


comente/critique essa matéria

 
Telefone

 Confraria do Júri - Rua 6, s/n�, CPA - Cuiab�/MT

  Produzido por Coltri Consultoria e Assessoria Organizacional
  www.coltri.com.br - fone: (65) 8404-0247