::Confraria do Júri::

A Confraria do Júri convida você, membro do Ministério Público, a enviar seus artigos sobre o Tribunal do Júri para confrariadojuri@uol.com.br - Confraria do Júri

 
 

 

      

Enquete

Você é a favor da ampliação da competência do Tribunal do Júri para outros crimes seguidos de morte?
 
Sim, para qualquer crime doloso seguido de morte.
Sim, com exceção do estupro seguido de morte.
Não. A competência do Tribunal do Júri deve permanecer a mesma.
Não tenho opinião formada.

 
Ver resultados
 
  
  
     Notícias
 
05/12/2019  - Em seminário no CNMP, Luiza Brunet pede carinho e respeito a mulheres que denunciam violência doméstica
 
CNMP

“É muito difícil denunciar um homem com quem você compartilha a sua vida. Nesse momento, a mulher tem que ser amparada com amor, carinho e respeito, sem nenhum julgamento, para que ela não desista de fazer a acusação por medo ou vergonha”. A declaração é da atriz e modelo Luiza Brunet, uma das convidadas a falar no 3º Seminário Internacional Brasil-União Europeia sobre prevenção à violência doméstica, promovido, nesta terça-feira, 3 de dezembro, pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por meio da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF), e pela União Europeia, no âmbito do projeto da Iniciativa de Apoio aos Diálogos Setoriais UE-Brasil. O evento ocorreu no auditório do CNMP, em Brasília.

Luiza Brunet foi uma das integrantes do painel “Envolvimento da iniciativa privada e sociedade civil no combate à violência doméstica contra a mulher”, moderado pelo conselheiro do CNMP Luciano Nunes Maia. Ativista na temática, ela deixou a mensagem às mulheres de que, caso sofram esse tipo de violência, é possível recuperar-se com integridade e dignidade.

“Nós ficamos doentes e inseguras após a violência, com medo dos julgamentos das pessoas, mas o tempo passa e é possível readquirir a confiança, empoderar-se, perder a vergonha e ganhar a capacidade de falar. Eu consegui força com a ajuda de mulheres maravilhosas que me deram a mão e disseram que eu superaria. Hoje, digo que nunca me senti tão feliz, útil e plena”, falou Luiza Brunet.

Ao lado da atriz e modelo, esteve a promotora de Justiça do Estado de São Paulo Gabriela Manssur, que atua na área de violência doméstica. Ela fez uma reflexão sobre o trabalho do Ministério Público nessa temática, defendeu a realização de parcerias público-privadas para o combate a esse tipo de crime e deixou uma mensagem de coragem a todas as mulheres.

“Minha missão é nunca deixar que uma mulher pare de sonhar por causa da violência que sofre, porque todos e todas nós temos o direito de ser feliz. E alcançar a felicidade dá trabalho, além de ser preciso coragem, não ter medo e seguir em frente. Peço mais engajamento do Ministério Público e do Poder Judiciário, pois somos a máquina que faz valer a Lei Maria da Penha. Sei que eu e meus colegas podemos mudar o mundo”, afirmou.

Outro painelista foi o presidente da Avon e conselheiro do Instituto Avon, José Vicente Marino, que falou principalmente sobre a Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Lançado em agosto de 2019, esse movimento já tem 86 companhias signatárias e quer mobilizar as empresas a manterem ambientes de trabalho seguros para as mulheres, sem assédio sexual e moral, e a oferecerem apoio às colaboradoras que sofram violência doméstica. “É uma iniciativa colaborativa para engajar os líderes do setor privado a garantirem um compromisso voluntário pelo fim da violência contra a mulher. Isso, economicamente, faz sentido para as empresas”, explicou Marino.

Ao longo do dia, a programação do seminário contou com a divulgação dos resultados do Formulário Nacional de Risco e Proteção à Vida (FRIDA) e com painéis que discutiram tendências, mecanismos e formas de atuação do Estado, da sociedade civil e da iniciativa privada no combate à violência doméstica contra a mulher. Houve a participação de especialistas nessa temática da Holanda, Espanha, Áustria, Portugal e Brasil.

No encerramento do evento, o presidente da CDDF/CNMP, conselheiro Valter Shuenquener, afirmou que “o seminário foi muito produtivo e nos permitiu ter acesso a informações muito interessantes de diversas instituições e a diferentes formas de compreender o problema da violência doméstica. Fico na torcida para que tenhamos outros encontros a fim de continuarmos nessa caminhada tão importante que é o enfrentamento dessa mazela que atinge o mundo todo”.

Voltar


comente/critique essa matéria

 
Telefone

 Confraria do Jé ­ Rua 6, s/n�, CPA - Cuiab�/MT

  Produzido por Coltri Consultoria e Assessoria Organizacional
  www.coltri.com.br - fone: (65) 8404-0247
看着平平的胸部,让人说为“飞机场”丰胸产品,这种滋味真不好受。如何让A胸变为D胸呢?其实日常生活中有很多丰胸的食物丰胸达人,那么丰胸的食物有哪些呢?我们一起来看看吧酒酿蛋丰胸产品!为了更精确的爱护好女性的乳房,在此我们为您提供丰胸专家为您一对一免费指导!产后丰胸方法